Dieta da USP emagrece de verdade? Confira!

0

Apesar do nome, a dieta da USP pode não ter relação com a Universidade de São Paulo, já que a mesma nunca confirmou que o cardápio tenha sido elaborado por algum dos seus funcionários.

De qualquer forma, a dieta da USP é procurada desde a década de 90, porque tem fama de emagrecer muito em pouquíssimo tempo.

Mas, será que isso é verdade?

Dieta da USP

Créditos da imagem: http://canaldoensino.com.br/blog/6-livros-gratuitos-de-dieta-para-voce-baixar-de-graca

Como funciona a dieta da USP?

A dieta deverá ser seguida por apenas 14 dias e o seu cardápio é baseado em presunto, ovos e café, sendo, portanto, uma dieta altamente proteica e com baixo carboidrato – o que explica o fato de muitas pessoas conseguirem emagrecer rapidamente com o método.

Qual é o cardápio?

Dieta da USP

Créditos da imagem: http://corpoeestetica.com/dieta-do-ovo-aprenda-a-fazer-resultado-incrivel/

O cardápio que deverá ser seguido é basicamente este:

  • Café da manhã: café preto com ou sem adoçante (mas não com açúcar)
    Almoço: 2 ovos cozidos e ervas a gosto
    Jantar: salada de alface com pepino e salsão (a vontade)
  • Café da manhã: café preto com bolacha água e sal
    Almoço: 1 bife grande com salada de frutas
    Jantar: Presunto a vontade
  • Café da manhã: Café preto com bolacha água e sal
    Almoço: 2 ovos cozidos, salada de vagem e 2 torradas
    Jantar: Presunto e salada
  • Café da manhã: Café preto e bolacha água e sal
    Almoço: 1 ovo cozido, 1 cenoura e queijo minas à vontade
    Jantar: saladas de frutas e iogurte natural
  • Café da manhã: café preto e bolacha água e sal
    Almoço: Bife grelhado e frutas à vontade
    Jantar: pode comer o que quiser, exceto doce e bebidas alcoólicas.

 

Após essa série, comece novamente desde o primeiro dia até completarem 14 dias.

Quais os efeitos colaterais da dieta da USP?

Dieta da USP

Créditos da imagem: http://chabeneficios.com.br/chas-para-o-tratamento-da-dor-de-cabeca/

Durante os 14 dias, a pessoa que seguir essa dieta poderá apresentar cefaleia, constipação intestinal, mau hálito, cansaço, fraqueza muscular, alterações no sono e estresse. Tudo isso devido à grande restrição de grupos alimentares importantes e também a privação de calorias.

Quais os pontos positivos?

O único ponto a favor da dieta da USP é que ela contém proteínas de alto valor biológico, ou seja, que são extremamente importantes para a formação muscular e para o bom funcionamento do organismo, como os ovos, o queijo e o bife.

Quais os pontos negativos?

Falta de gordura saudáveis: muitas pessoas imaginam que restringindo o consumo de gorduras estarão contribuindo para a sua saúde, mas isso não é verdade. O importante é escolher boas fontes de gordura, já que elas são fundamentais para inúmeras funções no nosso organismo – como por exemplo a absorção de algumas vitaminas, consideradas lipossolúveis.

Falta de carboidratos: a restrição de carboidratos é severa na dieta da USP e isso pode causar muitos efeitos colaterais, já que os carboidratos se configuram como a principal fonte de energia do nosso organismo. Lógico que carboidratos refinados ajudam você a ganhar peso, mas, os carboidratos integrais e de baixo índice glicêmico como a aveia, a batata doce e os pães integrais são fontes importantes de energia.

Perda de peso passageira, com o tempo você irá voltar a engordar: isso porque a Dieta da USP gera uma perda acentuada de líquidos e de músculos – e não de gordura. Ou seja, quando você retomar o seu cardápio habitual, os seus quilos a mais também irão retornar, já que o seu corpo tentará absorver tudo o que lhe foi restrito durante esses dias.

Sem carboidrato suficiente, durante os 14 dias de dieta, seu corpo irá retirar energia dos músculos, fazendo com que você perca massa magra. Com menos musculatura no seu corpo, será cada vez mais difícil de manter seu metabolismo basal alto, fazendo com que você tenha mais chance de engordar do que antes da dieta. Ou seja, além desses quilos perdidos serem passageiros, você ainda irá armazenar mais gordura e terá mais dificuldade de emagrecer depois que parar com a dieta.

Vale a pena fazer a dieta da USP?

Dieta da USP

Créditos da imagem: http://www.saudedicas.com.br/dietas-e-alimentos/dieta-depurativa-pode-ser-prejudicial-2213868

Como toda dieta restritiva, a dieta da USP leva a uma perda rápida de peso, mas que não será mantida. Além disso, é preciso considerar todos os pontos negativos e os efeitos colaterais que você poderá ter seguindo esse cardápio.

Lembre-se que o melhor caminho para emagrecer de vez e com saúde é uma reeducação alimentar. Não existem milagres para perder peso sem que haja controle e mudança de hábitos.

Até é possível perder alguns quilos e medidas rapidamente, mas, em troca, você poderá ganhar problemas de saúde e uma dificuldade maior em emagrecer com o passar do tempo.

E você, já conhecia a dieta da USP? Pensa em segui-la? Conte pra gente o que achou das nossas dicas!

Share.